Pascoa

A Páscoa celebra-se a 1º de Abril em 2018.

Esta é uma celebração religiosa que comemora a ressurreição de Jesus Cristo. A Páscoa é um feriado móvel, comemorado sempre ao domingo.

Segundo os populares, esta manifestação “faz parte da tradição de Sendim em tempo de Páscoa”, pelo que a recusa do pároco não foi recebida com agrado.
Depois da tentativa de diálogo com o padre Francisco Silva, sem qualquer resultado prático, alguns fiéis retiraram o missal de cima do altar-mor, impedindo a celebração eucarística, como forma de retaliação.
Momentos antes, já uma paroquiana tinha retirado as chaves das portas da igreja, pois havia receio que o pároco fechasse as portas e não deixasse entrar as pessoas.
Durante a missa da Páscoa, o clérigo não arrancou pé da zona do altar e não demonstrou interesse em realizar a tradicional procissão. “O padre não quer fazer a vontade aos paroquianos e não percebemos esta atitude, pois esta tradição já existe há muitos anos e todos os padres a cumpriram”, lamentava Alfredo Afonso, um dos populares indignados.

A Páscoa é o renascer da vida

A Páscoa “não acaba com o folar, os ovos e as festas, começa aí o caminho”

Gostaria de vos fazer uma pergunta, diz o Papa Francisco?

Qual é a festa mais importante da nossa fé? O Natal ou a Páscoa?

Numa conversa com muitos momentos improvisados, nesta quarta-feira, 28 de Março de 2018, no Vaticano, o Papa sublinhou que é a Páscoa e não o Natal a festa mais importante da fé cristã, porque celebra a “Salvação”, o “amor de Deus” pela humanidade. “Eu, até aos 15 anos, pensava que era o Natal”, confessou a Sua Santidade.